17°

Poucas nuvens

Santa Rosa - RS

Rural Unitec

Hortas domésticas: alimentação nutritiva e saudável, com procedência e economia

A engenheira agrônoma Juceli Regina Boschetti, associada da Unitec, explica os benefícios de cultivar hortaliças em casa e ensina alguns cuidados básicos para a produção

30/09/2021 às 15h04
Por: Giovana Herpich Fonte: Jaqueline Peripolli
Compartilhe:
Hortas domésticas: alimentação nutritiva e saudável, com procedência e economia

Constituir hortas e produzir hortaliças em pequenos espaços é uma alternativa para a agricultura em áreas urbanas que tem se tornado cada vez mais comum. Os motivos são os mais variados, desde poder produzir alimentos frescos, mais saudáveis, sem agrotóxicos e com procedência conhecida, além de ser uma forma de fazer economia. 

A informação é da engenheira agrônoma Juceli Regina Boschetti, associada da Unitec. A profissional explica que a economia está relacionada a curto e longo prazo. “No curto prazo seria o fato de estar plantando por meio de mudas adquiridas com menor custo e podendo colher a qualquer tempo quando pronta para o consumo, sabendo que todos os nutrientes e vitaminas estão prontos para agir em você. Imagine você morando sozinho e consumindo seis folhas de alface por dia, mas não todos os dias. Então, caso você não planta, irá comprar um pé de alface em que irá retirar as seis folhas até consumir a última folha, que possivelmente não terá mais nutrientes.”

Já a longo prazo, a economia estará associada à sua saúde: menos problemas, menos farmácia e mais vida. “Se olharmos para a cesta básica de alimentação do brasileiro, não encontramos hortaliças e nem frutas, ou seja, acaba sendo uma alimentação de carboidratos. É preciso reverter essa forma de alimentação para todos terem mais saúde. A partir daí é que estará nossa maior economia”, destaca.

Cuidados básicos para produzir hortaliças em casa

A engenheira agrônoma esclarece que se deve ter alguns cuidados básicos para produzir hortaliças em casa, atendendo critérios. Um deles é o local, que deverá ter uma boa luminosidade, radiação solar voltada para o nascer do sol, com temperaturas acima de 20ºC e abaixo de 32ºC. Este local deverá será bem arejado e com fácil acesso à água para irrigar diariamente as plantas, sem provocar encharcamento.

Quanto ao solo (terra), deverá ser preparado algum tempo antes com terra preta, mais húmus de minhoca ou material decomposto. Após vem a escolha mudas sadias ou sementes com data de validade válida. E, não menos importante, ter vontade e gostar de fazer.

Hortas domésticas e a qualidade na alimentação

Atualmente, muito tem se falado sobre qualidade da alimentação. Neste sentido, as hortas domésticas podem contribuir. Juceli explica que as hortas alimentam de duas formas. A primeira forma de alimentar é o corpo nos saciando a nossa matéria, e a outra forma é o mental, uma forma coadjuvante de prevenir o estresse cotidiano, quando interagimos com a natureza.

“Quando temos hortas domésticas, teremos alimentos frescos, colhidos na hora, sem agrotóxicos, e uma vida mais saudável. Saber a procedência e dizer que ‘fui eu quem plantei’ é imensurável”, afirma Juceli.

Segundo ela, os alimentos poder ser classificados de várias formas. A mais simples é a que os separa em três grandes grupos de acordo com a principal função no organismo. “Eles podem ser energéticos, como pão, arroz, mandioca; podem ser construtores, como as carnes, ovos, peixe e leite; e reguladores, que servem para o bom funcionamento do organismo, crescimento e a prevenção de doenças – sendo este o grupo das hortaliças e frutas.”

Juceli elucida que as hortaliças são pobres em calorias e ricas em água, fibras, vitaminas, minerais e fotoquímicos, substâncias bioativas que auxiliam na redução do risco de doenças como o câncer e doenças do coração. Por isso, é recomendada a ingestão de três porções diárias de hortaliças ou frutas. 

É possível cultivar hortaliças sem agrotóxicos?

A resposta é sim! Conforme Juceli, as hortaliças têm um ciclo curto de produção. Se o local for adequado, se o solo for bem nutrido, tiver água de qualidade disponível, sem excessos, e uma boa luminosidade, a planta estará em equilíbrio e dificilmente haverá pragas e doenças.

“Mas, se tiver algum ataque de doenças ou pragas, podem ser usados produtos orgânicos para minimizar os danos. As hortaliças só terão pragas ou doenças se a planta estiver em desequilíbrio com o meio em que ela sem encontra, como falta ou excesso de nutrientes e de água”, adverte.

Horta vertical: opção para quem mora em apartamento

Para quem mora em apartamento, também é possível ter uma horta doméstica, também chamada de horta vertical. Existem diversas maneiras de cultivar uma horta vertical, sendo muito mais simples do que se imagina. 

A associada da Unitec revela que para ter um sucesso neste projeto é preciso um pouco de planejamento, como a escolha do local (varanda ou janelas) e dos vasos que serão usados.

Primeiramente, busque pelos raios de sol: escolha um lugar para a horta no apartamento que tenha a incidência de sol por pelo menos quatro horas por dia. A maioria das hortaliças plantadas em hortas necessita desse tempo. 

Depois, escolha os vasos: o ideal são os vasos com furos para que escorram a água irrigada. A profundidade do vaso também é importante para que as raízes tenham espaço para crescer. Vasos de 15 a 20 centímetros de profundidade permitem o plantio de quase todos os tipos de hortaliças folhosas, condimentares e aromáticas.

É hora de colocar a terra: isso influenciará muito na qualidade do que irá se colher porque as plantas precisam de uma base rica em nutrientes para crescerem bem. O solo deverá recriar as condições próximas do ecossistema original da planta e como serão utilizadas mudas de hortaliças com ciclo de vida curto, os nutrientes se tornam muito necessários. A terra também deverá ser aerada, com boa concentração de matéria orgânica para permitir a entrada de oxigênio e conservar uma boa umidade.

Na sequência, vêm as sementes ou brotos: para iniciantes e os que buscam resultados mais rápidos, o ideal é começar adquirindo mudas. Algumas hortaliças, como nabo e cenoura, não se adaptam a essa opção, mas outras como alface, temperos verdes, tomates e pimentão, sim. Existem alguns cuidados na hora de plantar as mudas, principalmente o de não danificar suas raízes. Abra buracos grandes o suficiente na terra no momento de colocar as mudas, e em seguida pressione um pouco o substrato que se encontra ao redor da planta e regue com água.

Água é fundamental: a rega deverá ser diária, mas varia quanto ao tipo da hortaliça, pois nem todas pedem a mesma quantidade de água ou o mesmo tipo de rega. Em alguns casos as raízes devem ser molhadas, em outros apenas as folhas. Outro ponto a levar em consideração é a época do ano e região do país em que se mora. Pois, de acordo com os níveis de umidade e temperatura do ambiente, as plantas precisam de mais ou menos água. O ideal é que a rega da horta no apartamento aconteça no início da manhã ou fim da tarde para que a água não evapore por conta do calor do dia, e às vezes necessita tanto de manhã como no fim da tarde.

Juceli explica que, para pequenas hortas verticais, não há necessidade se ater ao calendário agrícola, pois o ciclo das hortaliças é curto. O mais importante é levar em consideração a variedade. Por exemplo, neste momento, considerar variedades de alface de verão, como Alface Americana Lucy Brown, Alface Americana Delicia, Alface Mimosa Brava e Alface Crespa Hortência.

“Geralmente, nos pequenos espaços, queremos hortaliças que se consomem diariamente, como temperos verdes (salsa, cebolinha, coentro), algumas variedades de alface, acelga, chicória, rúcula, couve folha, alecrim, poejo, hortelã, erva cidreira, manjericão e alfavaca, e as hortaliças de fruto, como pimentão, tomate e pimentas. Já as hortaliças de raízes e tubérculos não são recomendadas para plantio em pequenos espaços”, finaliza.

Associada da Unitec há 15 anos, Juceli é especialista em Auditoria, Perícia e Gestão Ambiental e cursa MBA em Gestão de Pessoas e Liderança. Atualmente, efetua atividades relacionadas ao meio ambiente, realizando projetos para licenciamento ambiental, perícias ambientais e agronômicas, é instrutora na área de hortaliças convencionais básico, produção, construção e manejo de estufas de hortaliças e saneamento básico rural, e é estudiosa em Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANCs) e plantas medicinais.

> Receba todas as notícias do Clic Noroeste no seu WhatsApp. Clique aqui

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Santa Rosa - RS Atualizado às 05h14 - Fonte: ClimaTempo
17°
Poucas nuvens

Mín. 17° Máx. 28°

Ter 31°C 16°C
Qua 31°C 16°C
Qui 34°C 17°C
Sex 37°C 19°C
Sáb 31°C 17°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Enquete