Sexta, 17 de Setembro de 2021
17°

Poucas nuvens

Três de Maio - RS

Geral Semana Farroupilha

Os desafios enfrentados pelas entidades tradicionalistas durante a pandemia

A Instrutora e coreógrafa de Danças Tradicionais Gaúchas, Gianna Kettner de Carvalho, falou sobre a retomada presencial das atividades artísticas e os desafios enfrentados durante a pandemia.

15/09/2021 às 17h00 Atualizada em 16/09/2021 às 09h08
Por: Giovana Herpich
Compartilhe:
Os desafios enfrentados pelas entidades tradicionalistas durante a pandemia

Instrutora do CTG Rancho da Amizade, do Grupo Sentinela Farroupilha (IFFar) e do CTG Tropeiros do Buricá, Gianna também é a Instrutora responsável pelo Projeto "Escola vai ao CTG" e atende à Escola do Campo Bem Viver de Caúna e a Escola Caminhos Inovadores.

Sempre carregando o tradicionalismo em seu coração, a instrutora deparou-se com inúmeros desafios ao precisar reinventar a forma com que as entidades tradicionalistas realizavam as atividades artísticas. No ano passado, Gianna, conhecida carinhosamente por Gica, dedicou-se a levar um pedacinho da tradição gaúcha para dentro da casa de cada um de seus alunos e dançarinos.

Instrutora e coreógrafa de Danças Tradicionais Gaúchas, Gianna Kettner de Carvalho

Logo nos primeiros meses de isolamento social, Gica buscou gravar vídeos com o objetivo de manter, mesmo que de casa, os ensaios das invernadas artísticas. Porém com o passar do tempo e com o intuito de sempre oferecer a melhor experiência para seus dançarinos, a instrutora iniciou com os encontros online semanalmente. Também, buscando inovar na suas aulas, Gianna passou a abordar temáticas culturais além da dança, para que as crianças e os jovens se mantivessem ligados à tradição gaúcha. Apesar da necessidade de habituar-se com a tecnologia, a coreógrafa ressaltou que os grupos de ensaio online mantiveram-se concisos durante todo o período, participando e dispostos a enfrentar qualquer desafio.

Em julho deste ano, as entidades tradicionalistas foram autorizadas a retomar com os ensaios e em agosto, após o recesso de inverno, as atividades iniciaram oficialmente. Gica ressaltou que 80% dos dançarinos voltaram para o CTG e agora, o desafio é encontrar novos meios de trabalhar a dança sem contato físico.

“É muito bom voltar para dentro do CTG e ter contato com os jovens, as crianças e as famílias, realmente isso estava fazendo muita falta. O retorno das atividades artísticas tem sido muito bem aceito pelos dançarinos e seus familiares, e tudo está sendo feito com muito cuidado e muito zelo, respeitando todos os protocolos"

Para a Semana Farroupilha, as apresentações artísticas estão ocorrendo de forma individual. Na segunda-feira (13/09) o Grupo Sentinela Farroupilha organizou uma Live com apresentações ao vivo e gravadas. Na terça-feira o CTG Rancho  da Amizade realizou a Noite Cultural para as Invernadas e seus familiares. E, a Noite Cultural para as invernadas e seus familiares acontece no CTG Tropeiros do Buricá na Quinta-feira. Estas duas entidades também estão promovendo Concursos Artísticos on-line em sua segunda edição para as escolas do município.

> Receba todas as notícias do Clic Noroeste no seu WhatsApp. Clique aqui

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários