Sexta, 17 de Setembro de 2021
17°

Poucas nuvens

Três de Maio - RS

Geral Homicídios

No Rio Grande do Sul número de homicídios é o menor em 15 anos

Porto Alegre teve em agosto o menor número de homicídios desde 2010

10/09/2021 às 10h00 Atualizada em 10/09/2021 às 10h04
Por: Giovana Herpich Fonte: O Sul
Compartilhe:
No Rio Grande do Sul número de homicídios é o menor em 15 anos

O Rio Grande do Sul completou dez meses consecutivos de queda no número de homicídios. O total de vítimas caiu de 140 em agosto de 2020 para 108 no mesmo mês deste ano – uma redução de 22,9%.

Na série histórica, só houve somas menores para o período de um mês nos anos de 2005 e 2006, o que coloca o total atual de homicídios como o mais baixo em 15 anos. Em relação ao pior agosto já vivido no Estado, em 2015, quando 240 gaúchos foram assassinados, a queda chega a 55%.

A sequência de reduções também fez despencar o número de homicídios no acumulado entre janeiro e agosto. A comparação entre os oito primeiros meses do ano passado e de 2021 mostra queda de 1.266 vítimas para 1.043 – uma retração de 17,6%.

A soma deste ano é também a menor para o período desde 2006 e equivale a 48,6% de queda na comparação com o pico da série histórica, em 2017, quando o Estado amargou 2.029 assassinatos no intervalo de oito meses. Os dados fazem parte dos indicadores criminais divulgados nesta sexta-feira (10) pela Secretaria da Segurança Pública.

Porto Alegre seguiu em agosto com o menor número de homicídios desde 2010. Foram 12 vítimas ao longo de todo o mês, 25% menos do que as 16 de igual período no ano passado. Comparado ao pico de 63 mortes em agosto de 2015, o dado atual representa queda de 81%.

No acumulado deste ano, a Capital também alcançou a menor marca da última década. Na soma desde janeiro até o oitavo mês do calendário, o número de assassinatos caiu de 205, no ano passado, para 176 em 2021. (14,1%).

Latrocínios 

Outro crime contra a vida que teve queda no Estado em agosto foi o latrocínio. Com quatro casos, um a menos do que no ano passado (-20%), os roubos com morte repetiram o menor total da série histórica para o mês, registrado exatamente no primeiro ano de contabilização, em 2002. Frente ao pico de 15 latrocínios em agosto dos anos de 2013 e 2015, a marca de 2021 é 73,3% menor.

No acumulado desde janeiro, o RS soma 42 roubos com morte, 12,5% menos do que os 48 registrados no ano passado. Essa é a segunda menor marca da série histórica. Só fica acima do resultado de 2009, quando houve 38 casos.

Roubo de veículos

Pelo segundo mês consecutivo, o roubo de veículos bateu o recorde da menor marca já verificada para um período de 30 dias desde que teve início a contabilização desse tipo de delito, há 19 anos. Com apenas 314 casos em todo o Estado, agosto conseguiu superar o mínimo anterior, que havia sido atingido em julho, com 324 ocorrências.

O resultado também representa queda de 41,3% frente aos 535 roubos de veículos registrados em agosto do ano passado. Na comparação com o pico de ocorrências, quando 1.943 motoristas tiveram seus veículos levados por assaltantes no oitavo mês de 2015, a retração chega a 83,8%.

No acumulado de janeiro a agosto, a comparação com o mesmo intervalo de 2020 mostra uma queda de 44,6%, passando de 6.039 casos para 3.345, o que significa 2,6 mil roubos de veículos a menos. A marca é também o menor total da série histórica desde o seu início, em 2002.

> Receba todas as notícias do Clic Noroeste no seu WhatsApp. Clique aqui

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários