Especiais Espiritualidade

A espiritualidade e a convivência social

No programa Análise Franca, Jorge da Luz e o padre Edegar Matos discutem sobre espiritualidade e sua importância na sociedade.

29/05/2021 15h14 Atualizada há 3 semanas
Por: Giovana Herpich
A espiritualidade e a convivência social

Padre Edegar iniciou a discussão destacando que a espiritualidade é a força interior que você tem, sua vida interior que não te deixa esmorecer diante dos problemas e que está acima de qualquer religião.  E ressalta, religião certa é aquela religião que te leva a amar todas as pessoas, amar a elas como Deus ama, não interessando igreja, filosofia, condição social, opção sexual. Religião certa é  aquela que te impulsiona.

Neste sentido, devemos ser humildes e  estarmos abertos e respeitar as diferenças e as pessoas que possuem mais experiência, sabendo ouvir aqueles que estudaram mais, e que viveram mais. A espiritualidade se moldou para estar a serviço da humanidade e ajuda a moldar um ser humano, por isso não pode ser só para si. 

“Eu não posso pensar só em mim, no momento em que minha espiritualidade me leva a um intimismo, ela se torna uma espiritualidade doentia, que não consegue se abrir. Tudo o que se fecha é doentio, e  a espiritualidade nos leva a estarmos abertos às diferenças”

A espiritualidade começa por si, enfrentando os sofrimentos e precisa ser dirigida, é preciso ter experiências, para assim, acontecer uma mudança interior. Durante as experiências, deve-se ter perseverança diante das dificuldades, lembrar que todos têm problemas, mas cada um enfrenta de acordo com sua fé. 

“Primeiro eu me torno aquilo que eu creio , que eu acredito. Assim, vou me tornando alguém amável, uma pessoa melhor para a minha família…A espiritualidade vai talhando a pessoa, que vai surgindo a partir disso"

Em um tempo pandêmico as dificuldades aumentam, o que destaca a importância de termos uma espiritualidade firme, e não falsa. Há uma separação muito drástica do que eu sou na igreja e o que sou fora da igreja. Ao buscar o perdão, deve-se reparar os erros, e não continuar a cometê-los.

“A infantilização é a coisa mais triste, eu não quero que ninguém seja escravo ou infantilizado ao ponto de ter que toda hora questionar todas as coisas, eu não sei todas as coisas e não tem ninguém no mundo que saiba. Nós construímos juntos, a verdade não está posta em só uma pessoa, está posta em nós”, destaca Padre Edegar.

A saída será a solidariedade, sem solidariedade teremos problemas muitos sérios no mundo pós-pandemia. Este é um momento  para olharmos para trás, seja na espiritualidade ou, no exemplo dos nossos velhos passados, para assim,  nos orientarmos e nos inspirarmos nesse momento. 

“Ao olhar para trás, deve-se atentar para três coisas: A própria vida, a minha vida e a do outro vêm em primeiro lugar. Todos precisam viver. A vida é o centro e precisamos cuidar dela. Família, precisamos cuidá-la e protegê-la. Comunidade. É necessário cuidar da comunidade também”.

A pessoa espiritualizada, não é uma pessoa medíocre, ela faz o bem sem esperar nenhuma recompensa, ela faz porque é de sua natureza, ela ama sem esperar que seja correspondida. A pessoa espiritualizada é uma pessoa política, mas não partidária e nem ideológica, mas sim interessada pela cidade, interessada em discutir o que é melhor e de querer as coisas corretas. A espiritualidade não é fácil, mas é necessária para a vida e para a convivência social.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Três de Maio - RS

Três de Maio - Rio Grande do Sul

Sobre o município
Habitantes: 23.876 (IBGE) Prefeito: Marcos Corso (PP) Aniversário: 3 de maio
Três de Maio - RS
Atualizado às 20h51 - Fonte: Climatempo
16°
Pancada de chuva

Mín. 12° Máx. 19°

16° Sensação
19.7 km/h Vento
68.8% Umidade do ar
83% (25mm) Chance de chuva
Amanhã (24/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 13° Máx. 19°

Sol com muitas nuvens e chuva
Sexta (25/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. Máx. 19°

Sol com muitas nuvens